Acompanhamento Terapêutico e dessensibilização sistemática no tratamento da ansiedade, do medo e da fobia

Neste artigo será abordada a lógica de intervenção clínica com o uso da dessensibilização sistemática, uma técnica comportamental que foi detalhada pelo terapeuta sul-africano Joseph Wolpe (20/04/1915 – 04/12/1998) e que pode ser muito útil na atividade clínica do Acompanhamento Terapêutico (AT). Conforme Kaplan e Sadock (2003), esse importante recurso Ler mais…

Acompanhamento Terapêutico Borderline

Resumo O artigo tem por objetivo apresentar o diagnóstico, sintomas e tratamento do transtorno de bordeline, relacionando-o com o trabalho de acompanhamento terapêutico, a relação terapeuta-paciente. Para realizar a abordagem desse transtorno de personalidade, foi realizada uma pesquisa do tipo bibliográfica, através de análises de revistas periódicas acadêmicas, bem como, Ler mais…

Acompanhamento Terapêutico Escolar

Neste artigo abordarei uma definição de Acompanhamento Terapêutico, indicarei algumas áreas de atuação e adentrarei no meu percurso na área do AT Educacional. Além disso, pensarei sobre a importância da inclusão dessa atividade, de forma mais consistente, também no campo educacional, principalmente, para fins de inclusão social. Definição de Acompanhamento Ler mais…

Acompanhamento terapêutico: história, clínica e saber

RESUMO: Abordando o acompanhamento terapêutico (AT) de uma perspectiva histórica, o artigo tem como objetivo enfocar algumas transformações pelas quais essa modalidade de tratamento passou desde seu surgimento, mostrando sua relevância para a compreensão e o enfrentamento de alguns desafios com que se depara hoje. Destacando mudanças que concernem tanto a demanda por essa prática como os seus objetivos e o perfil daquele que a desempenha (AT), focalizamos a emergência e os desdobramentos de uma preocupação dos acompanhantes terapêuticos com o manejo do vínculo e da escuta. Tal preocupação os tem conduzido a um esforço de sistematização teórica do acompanhamento terapêutico que levanta importantes questões acerca da relação do AT com o saber que o credencia a praticar sua função.

(mais…)

Os Três Elementos Essenciais do Acompanhamento Terapêutico: Encontro no Cotidiano, Intuição e Movimento

Resumo: Este estudo tem como objetivo principal propor a intuição, o encontro no cotidiano e o movimento como os três pilares do Acompanhamento Terapêutico. A partir de uma conceituação criteriosa, buscamos discutir sobre as influências desses três elementos na condução dos casos clínicos. Deve-se observar a dificuldade de uma construção conceitual Ler mais…

O Acompanhante Terapêutico no Processo de Prevenção e Tratamento de Transtornos Mentais: Acompanhamento Terapêutico

Resumo: Estima-se que cerca de 700 milhões de pessoas no mundo são atingidas por transtornos mentais principalmente em decorrência da natureza crônica e incapacitante como nos casos dos transtornos depressivo, bipolares, por ansiedade, borderline, esquizofrenia entre outras doenças mentais existentes. O estereótipo associado aos doentes mentais é um dos mais Ler mais…

Acompanhamento Terapêutico: Só Para Casos Graves?

Este é um trecho da aula ao vivo sobre o Acompanhamento Terapêutico (AT) que ministrei via Facebook. No vídeo abaixo falo que o Acompanhamento Terapêutico pode ser muito mais do que uma simples forma de terapia para casos crônicos, graves e emergenciais. Com isso, o leque de atividades clínicas da nossa “terapia sem fronteiras” pode ser ampliado de forma Ler mais…

Acompanhamento Terapêutico é Psicoterapia?

Acompanhamento Terapêutico é Psicoterapia? Hoje vou falar de outro tipo de atendimento psicológico, menos conhecido pelas pessoas. Trata-se do Acompanhamento Terapêutico (AT). Quando falo de Acompanhamento Terapêutico logo as pessoas me perguntam: “Mas não é a Psicoterapia?”. Minha resposta é “Não”! O Acompanhamento Terapêutico não é a mesma coisa que Ler mais…

Acompanhamento Terapêutico: uma intervenção à patologia dos jogos eletrônicos

Acompanhamento Terapêutico: uma intervenção à patologia dos jogos eletrônicos RESUMO: O presente artigo discute a proposta de intervenção do acompanhante terapêutico (AT) no tratamento de pacientes, principalmente no que tange ao uso problemático de jogos eletrônicos. Para isso, se utilizou como método de revisão bibliográfica sobre o papel do acompanhante Ler mais…