A Formação do Acompanhante Terapêutico

Compartilhe o bem!

É AGORA OU NUNCA! ÚLTIMA TURMA DE 2018 DO CURSO GRÁTIS ON-LINE!

Clic Aqui Para Acessar Agora!

A Formação do Acompanhante Terapêutico

A Clínica do Acompanhamento Terapêutico evoluiu muito nos últimos vinte anos. Atualmente contamos com uma literatura específica que apesar de poucos títulos apresenta muito boa qualidade, além de um número considerável de profissionais muito experientes.

Como resposta a tal evolução algumas instituições passaram a oferecer cursos de formação que contemplam os aspectos mais importantes do ofício de acompanhar.

Falar em formação requer sempre um cuidado especial. Formar um terapeuta será sempre um processo longo e complexo: envolve, além dos aspectos técnicos, aqueles ligados ao que costumamos denominar formação humana ou formação pessoal.

 

 

Seja como um resquício dos primeiros tempos da Clínica do Acompanhamento Terapêutico, quando os Acompanhantes eram praticamente autodidatas, seja por uma opção de desejar maior autonomia, ainda há acompanhantes que optam por se formar por conta própria constituindo grupos de estudo e convidando um profissional experiente para atuar como supervisor.

Em contrapartida, os cursos de formação oferecidos pelas instituições têm sido bastante procurados.

A atuação do Acompanhante Terapêutico se sustenta na teoria, na supervisão, na análise pessoal (ou psicoterapia) e na articulação com uma rede que vai desde seus pares mais próximos que seriam os Acompanhantes da mesma equipe1 até os demais profissionais envolvidos no tratamento do paciente. Assim sendo a formação num primeiro momento poderá contemplar mais o aspecto teórico e num segundo momento oportunizar a prática supervisionada.

A instituição formadora poderá ser uma referência para os Acompanhantes Terapêuticos não apenas durante o período de formação, mas também no desenrolar de sua carreira profissional.

Notas

1 – É fato que apesar da maioria dos Acompanhantes Terapêuticos fazerem parte de equipes, há os que por preferência ou por força das circunstâncias trabalham independentes. Entretanto, mesmo esses profissionais costumam se articular à rede que diz respeito ao tratamento do seu paciente.

Fonte: http://www.acompanhamentoterapeutico.hpg.ig.com.br/formacao_act.htm

Autora: Sandra Silveira Carvalho – Psicóloga.

 

Formulário de contato on-line e 24 horas com a autora:

A Formação do Acompanhante Terapêutico
Você Pode Avaliar?

É AGORA OU NUNCA! ÚLTIMA TURMA DE 2018 DO CURSO GRÁTIS ON-LINE!

Clic Aqui Para Acessar Agora!

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: