Acompanhamento terapêutico e produção de cinema: pesquisa para o curta-metragem “Dizem que sou louco”


Você pode compartilhar agora?

Resumo: a colaboração entre uma psicanálise e um grupo de acompanhantes terapêuticos, mais o interesse comum pelo cinema, produziu um filme comovente e uma experiência que da margem a reflexão.
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=cyl2SrAiqX4]

Fonte:

Percurso;14(8):22-26jan./jun. 1995.

Autora: Deborah Sereno – psicologa (PUC-SP), mestre em Psicologia Clinica (IPUSP), psicanalista, docente de Faculdade de Psicologia da PUC-SP, coordenadora do Giramundo: Oficinas e Redes em Saúde Mental da Clinica Psicologica Ana Maria Popovic da PUC e do Balaio: Nucleo de Referencia em Psicose e Inclusão da Clinica Psicologica do Instituto Sedes Sapientiae. Fones: (11) 3812-4474/ 9656-3470. Consultório: Rua Rodesia, 139 cj 12 Vila Madalena CEP: 054535-020. São Paulo. SP. Brasil. E-mail: [email protected]

Acompanhamento terapêutico e produção de cinema: pesquisa para o curta-metragem “Dizem que sou louco”
Você Pode Avaliar Agora?

Você pode compartilhar agora?

Ficamos felizes quando você escreve aqui!